Onde estou agora: Nova Zelândia

Top

Deixe a Eslovenia te surpreender! (e não leia esse post)

Os encantos de um pequeno país incrustado entre os Alpes e o Mediterrâneo.

 Esse título até parece a chamada de alguma revista de viagem né? E seguindo o protocolo eu deveria te contar todas as maravilhas desse país e provar com algumas fotos bem arranjadas e photoshopadas, que escondem os fios de alta tensão, as sujeiras da rua, a multidão de turistas que dominam as supostas ruas europeias no verão. Ou mesmo os desafios de chegar até algum lugar onde uma foto como essa foi tirada:

Parque Nacional de Triglav, Eslovenia – Parece um jardim botânico, não?

Seguindo essa linha, no final da matéria você estará apaixonado(a) com esse país e nos próximos meses e ou anos você vai começar a planejar sua viagem para quando chegar lá, após umas fotos selfies ficar entediado(a) no seu quarto de hotel.

Sei que isso acontece o tempo todo, em vários lugares do mundo. As revistas de viagem e outras mídias geram as maiores expectativas para no fim garantirem uma só coisa: Uma “leve” decepção! Eu tento minimizar essas sensações à você que segue o blog sendo o mais sincero possível e se você tem acompanhado esse blog, sabe que eu não escondo nenhum percalço!

Por essa razão quando chega a hora de escrever sobre um país como a Eslovênia, fico com um grande receio sobre o que vou escrever. Eu deveria concentrar no fato de que eu subi os alpes eslovenos por 18 horas em um único final de semana para conseguir algumas dessas fotos? Ou deveria colocar minhas emoções para fora te fazendo apaixonar por um país antes mesmo que você tenha a oportunidade de visitá-lo?

Slovenia imq8 2

Um dos lagos impressionantes que vimos durante nossa caminhada pelos vales dos Alpes

O fato é que a Eslovênia foi um dos países mais surpreendentes que conheci e sem dúvida um dos mais lindos. E se você não gosta de spoiler, te aconselho a parar a leitura desse post por aqui mesmo. Até porque não há nada de excepcional nesse país tão pequeno…

Ainda comigo? Bem, viajar pela Eslovênia foi excepcional sim, para mim! Justamente porque nunca tinha lido nada nem escutado muito sobre ele. O que já não vai ser seu caso se continuar lendo esse texto… Quando você não tem expectativas, nem ideia do que você vai encontrar, qualquer beleza sempre vai te surpreender. Aliás, viajar pelos outros antigos países da Iugoslávia foi uma grande surpresa! Eu me senti hipnotizado com diversas paisagens e lugares que eu nem sabia que existia!

Mas se for para te incentivar a conhecer um lugar que de outra forma você nunca consideraria talvez esse texto e as fotos que seguem possam de alguma forma ter sua utilidade.

A primeira vez que eu ouvi falar do país foi quando conheci dois irmãos Eslovenos enquanto caminhava pelas tribos das montanhas do norte do Vietnã alguns meses atrás. Apesar de falarem do país deles com uma certa empolgação, confesso que não dei muito crédito. Mas ainda assim coloquei essa terra na minha lista prioritária de países a conhecer e algumas semanas atrás me rendi aos seus encantos (olha a frase de revista de viagens…)

O país é menor do que nosso menor estado brasileiro, Sergipe, ainda assim a diversidade de belezas impressiona. Seja em seus 40 km (apenas!) de costa com o Mediterrâneo ou ao longo de seus Alpes, suas centenas de castelos, cidades medievais, suas vinícolas, há muito para ver e se surpreender nesse cantinho de terra. Em duas horas você pode atravessar o país e ver isso tudo, mas você vai querer ficar mais, muito mais!

Eu cheguei de ônibus vindo da Itália, na capital Ljubljana (Eliju que? Troque o “j” pelo “i” para pronunciar mais corretamente), e me hospedei na casa de um couchsurfer. Como eu planejei ficar apenas 4 dias no país, achei que só conheceria essa cidade mesmo. Em menos de poucas horas dá para caminhar pelos principais pontos e ainda subir no castelo que fica em um morro no meio da cidade. No centro é proibido o tráfego de carro, o que apesar das diversas pessoas caminhando em suas ruas a deixa numa atmosfera bem tranquila. Sentei à sombra em um banco ao longo da ponte (são 3 pontes em uma na verdade) mais movimentada da cidade, no coração do país, puxei meu livro na mochila para ler mas ele ficou no colo mesmo. Por um bom tempo fiquei ali só contemplando: o rio, o castelo, as construções, os músicos de rua. Sem saber estava descansando para o que viria no fim de semana.

Centro de Ljubljana

No coração de Ljubljana, sem tráfego de carros. De vários pontos da cidade o castelo no meio da cidade é facilmente avistado!

Cachoeira no Parque Nacional de Triglav, Eslovenia

Você não vai querer escorregar nesses cascalhos! Parque Nacional de Triglav

Meu host me chamou para fazer um hiking e achei que seria uma leve caminhada pelas montanhas. Não imaginava realmente que eu caminharia em trilhas pelos Alpes por 10 horas no primeiro dia (com sua bota emprestada apertando os meus dedos do pé) as vezes por precipícios com ajuda de cabos de aço que se penduravam por cachoeiras e rios agitados de águas congelantes. A paisagem que vimos nos alpes era tão linda que os esforços de subir e descer os alpes o dia inteiro, tomar o banho mais frio da minha vida quando chegamos no final do dia em um alojamento isolado de tudo no topo da montanha, valeu realmente muito à pena.

Como eles tiveram um inverno prolongado, em meados de agosto com as temperaturas em torno dos 23 graus no altos dos alpes ainda nos vimos andando em sobras de neve e gelo e o mais impressionante: Os encantos de uma primavera atrasada. Por várias partes parecíamos estar andando no meio de um jardim botânico. Eu sinceramente nunca vi tantas flores juntas e diversas num espaço tão grande na minha vida! Elas contrastavam com os lagos transparentes, as rochas calcárias brancas no fundo dos Alpes, o verde intenso da vegetação. As cores eram tão intensas e contrastantes que parecíamos estar usando óculos com um filtro do instagram.

No dia seguinte acordei as 5 da manhã para poder ver e fotografar o nascer do sol lá de cima. Da janela mesmo do meu alojamento, ainda na cama eu me surpreendi com o que via. Mas ainda assim, fui lá fora, e com o queixo tremendo de frio para tirar essa foto. A impressão é que estávamos voando, em cima das nuvens!

Nascer do Sol entre os alpes, Parque Nacional de Triglav, Eslovenia

Vista do nascer do sol de onde nos alojamos para passar a noite. Parque Nacional de Triglav

Algumas horas de caminhada depois pelos vales entre os alpes ainda vimos alguns escombros de alojamento da Primeira Guerra Mundial ainda! O combate aqui em cima não deve ter sido fácil, mas a vista que os soldados tinham daqui era com certeza algo inesquecível. Será que eles tinham a “frieza” de poder contemplar a paisagem em tempos de guerra? Felizes os que conseguiram!

Escombros dos abrigos para os soldados italianos da Primeira Guerra Mundial. Parque Nacional de Triglav

Escombros dos abrigos para os soldados italianos da Primeira Guerra Mundial. A vista daqui não era nada mal!

Fiquei sabendo que há mais de 30 anos não chovia tanto como choveu nesse verão, apesar de pegar um dia com chuva em Ljubljana, tive muita sorte com o tempo porque cheguei na semana em que a chuva estava indo embora. A previsão para o final de semana quando fizemos a trilha nos alpes ainda era de chuva, o que afastou muitos trilheiros e deixou o parque praticamente vazio para a gente. Quando a chuva finalmente caiu na metade do segundo dia, não podíamos reclamar, foram apenas algumas horas molhados para tantas horas de temperatura e tempo excelente. No final do segundo dia os dedos dos meus pés já não aguentavam mais ficarem dentro da bota, mas logo eles teriam seu momento mais que especial.

chuva no parque nacional de triglav nos alpes eslovenos

A chuva que nos pegou no meio da trilha. As únicas coisas que assustavam eram os relâmpagos!

No caminho de volta para casa paramos em Bled e Bohinj, duas cidades em torno de seus respectivos lagos que são na verdade os principais destinos turísticos do país. No meio do lago de Bled há uma ilha natural com uma igreja bem distinta e nas suas margens se encontra um dos castelos mais antigos do país. Parte de Bohinj ainda faz parte do Parque Nacional de Triglav, de onde se pode ver o monte Triglav, o mais alto do país e que está simbolizado em sua bandeira. Essas cidades são tão lindas que deu muita vontade de tirar férias das minhas viagens e estacionar por aqui por alguns meses, o que não deixa de ser uma opção para o futuro!

Slovenia imq (1)

Lago de Bled, Eslovenia

Castelo e lago de Bled, Eslovenia

Umas das melhores sensações da minha viagem: tirar a bota depois de horas fazendo trilhas e mergulhar os pés nas águas cristalinas de Bled com a vista do castelo ao fundo!

flores parque de Triglav, Eslovenia

Repare a quantidade de flores. Foram horas andando ao lado delas! Parecia um jardim botânico no meio dos Alpes

gelo no verão nos alpes eslovenos, parque nacional triglav,

Andando sobre resto de neve do último inverno. No meio do verão, em agosto!

 

Slovenia boaq 2
Meu anfitrião esloveno, Luka, que me levou para essa trilha inesquecível!

E você, se chegou até aqui, o que você achou? Tem vontade de visitar o país? Já ouviu muita coisa sobre a Eslovênia?

, , , , , , , , ,

16 Comentários à Deixe a Eslovenia te surpreender! (e não leia esse post)

  1. ana 15/02/2017 at 11:23 #

    ola tudo bem ? vou visitar a eslovenia agor5a em abril com duas criancas ( 3 e 6 anos ), gostaria de saber se ha atividades no parque triglav para a famila. Muito obrigada

    • Gusti 18/03/2017 at 08:41 #

      Oi Ana, possivelmente há sim, mas os área mais detalhes você terá que buscar na Internet… Boa sorte e ótima viagem!!

  2. Priscila 09/07/2016 at 14:46 #

    Oiii! Eu acabei de ver um documentário da Netflix com uma Chef eslovena e fiquei apaixonada pelo país. Já cheguei a ir a Trieste e não me interessei em ir até lá (burrada, né? ). Comecei a procurar infos agora pq vou inserir a Eslovênia no meu próximo roteiro com certeza. A única dúvida que tenho é se é um país barato / acessível, até agora não achei nada sobre valores
    Adorei o post!
    Abraços

    • Gusti 16/07/2016 at 15:33 #

      Oi Priscila! Chegou bem perto hein! Pena que não emendou Slovenia a trieste, mas nunca é tarde! Em geral é um país barato sim. De uma olhada no blog mochilaotrips http://mochilaotrips.com/?s=slovenia tem informações bem frescas sobre o país aqui! 😉

      Abraços!

  3. Rodrigo 07/03/2016 at 14:49 #

    Muito lindo Gustavo! Você pode me dizer se essa trilha é acessível ou realmente precisa conhecer pra fazê-la? Como eu chegaria no parque e encontraria essa trilha?

    Abraços!

    • Gusti 12/06/2016 at 15:16 #

      Oi Rodrigo,

      Se vc tiver experiência da para comprar os mapas de trilhas quando chegar lá e fazer por conta! Aproveite e boa viagem!

  4. Liana 27/04/2015 at 12:41 #

    Muito lindo, Gustavo! A Eslovenia já está nos meus planos para o proximo mochilão, definitivamente. Mas estava procurando saber mais sobre a trilha no Triglav. Nos meus planos estavam só Liubliana e Bled. Mas vi que você viu Bled durante a trilha. É isso mesmo? Dá pra unir os dois? Como você aconselharia fazer? Obrigada e parabéns pelo relato detalhado e inspirador!

    • Gusti 28/04/2015 at 05:32 #

      Ei Liana! Para chegar à trilha, se passa por Bled, como era caminho aproveitei para conhecer. Se tiver a flexibilidade faça isso também, a cidade é linda! Obrigado e aproveite! 🙂

  5. Lucas 29/08/2014 at 13:56 #

    Se eu pudesse, eu apagaria da memória as fotos que acabei de ver e o que acabei de ler… pra fazer com que eu não saiba mais nada sobre esse país, e ai quando eu visitar ele eu sejai surpreendido! Porque realmente, quando já se tem expectativas é bem pior, principalmente se forem boas… Porque mesmo se eu achar o lugar bom/bonito, não seria uma surpresa porque já esperava isso… mas quando é uma surpresa, é melhor ainda! Mas sinceramente, eu não conhecia nada sobre a Slovênia, mas bom saber que é um lugar que valha a pena conhecer!

    Abraços!

    • Gusti 30/08/2014 at 06:53 #

      Isso Lucas, que pena que leu até o final! 😛

      Abraços!

  6. Patricia Motta 28/08/2014 at 10:10 #

    Realmente a beleza me surpreendeu, assim como você eu tbm nunca tinha lido nada nem escutado sobre a Eslovênia, mas já entrou para a minha lista…rs!! Show de bola!!

    • Gusti 28/08/2014 at 17:06 #

      Que bom que entrou para sua lista Paty! 😉 Espero que possa em breve visitá-lo!

  7. Vitor Luiz 28/08/2014 at 08:20 #

    Que vida chata hem cara! hehehe =)
    Você escreve muito bem! Seu blog está de parabéns!

    • Gusti 28/08/2014 at 09:07 #

      As vezes nem é tão chata assim Vitor… 😛 Valeu, volte sempre!

  8. Zig 27/08/2014 at 21:24 #

    Que país encantador! Olhar essas fotos deixaram meu dia melhor! Vontade de estar aí!

    • Gusti 27/08/2014 at 22:33 #

      Né Zigui?! Mais uma opção pra sua lua de mel! 😛 BJos

Me diga o que achou, deixe um comentário abaixo: